Search
Close this search box.

Vendas de veículos novos no RN crescem 26,37% no 1º semestre

A venda de veículos novos no Rio Grande do Norte tem acompanhado o crescimento nacional. No acumulado deste ano, até o mês de junho, o RN registra um aumento de 26,37% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e mostram que no primeiro semestre de 2024, foram emplacados 26.028 veículos, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários, ante 20.596 em 2023.

Considerando o período de janeiro a junho deste ano, o comércio de carros de passeio e utilitários leves aumentou 31,02% (passou de 7.566 em 2023 para 9.913 este ano); enquanto o de ônibus e caminhões caiu 27,15% (saindo de 512 unidades em 2023 para 373 este ano); e motocicletas e implemento rodoviário cresceu 25,75% (saindo de 12.518 unidades para 15.742 este ano), conforme apontam os dados regionais da Fenabrave.

Somente no mês de junho deste ano, a venda de carros novos saiu de 3.616 unidades emplacadas, em junho de 2023 para 4.328 em junho passado, uma alta de 19,69%. No mês, a venda de carros de passeio e utilitários leves aumentou 16,93%; enquanto o de ônibus e caminhões aumentou 64,44%; e motocicletas e implemento rodoviário cresceu 20,39%.

A Fenabrave estima alta na venda de veículos de 16,7% para este ano. O índice estava previsto em 13,5% no início de 2024, mas foi revisto em junho passado. Esse dado se refere à soma, no Brasil, de emplacamentos de carros de passeio, utilitários leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários.

A revisão do crescimento no mercado nacional de automotores revela ainda um aumento de mais de 660 mil veículos em comparação ao ano de 2023. Em números, a projeção é de 4,65 milhões de unidades emplacadas em 2024, ante os 3,98 milhões do ano passado. Contudo, as vendas de ônibus devem seguir estagnadas, isto é, com 0% de variação 2023/2024. A projeção de janeiro para os ônibus, de 20%, foi a única a cair.

Cenário no RN
O diretor da KIA Dunas Natal, Arnon César, ex-presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do RN, pontua que o setor geralmente vende mais no segundo semestre. Neste primeiro semestre, segundo ele, houve instabilidades pontuais, como volatilidade do dólar e nos juros.

Atuando no RN, estado que representa de 1% a 1,5% do mercado nacional de veículos, Arnon César afirma que, “de uma maneira geral, a gente sentiu um aumento na procura do consumidor pelo crédito, sim, pela compra de veículos”. Segundo ele, a melhoria no endividamento das famílias pode ter contribuído para essa estimativa da Fenabrave. “O nível de endividamento diminuiu do ano passado pra esse, então é natural que as pessoas passem a consumir mais”, conta.

A arquiteta Renata Justino estava renovando seu carro nesta terça-feira (9), em uma concessionária de Natal, oito anos após comprar seu carro anterior. Ela precisava de um veículo maior para comportar a família, e agora planeja vender o carro antigo. Porém, ela opina que a economia está ruim para quem deseja comprar um automotor.

As condições de crédito são essenciais para o setor, explica o diretor da KIA Dunas Natal. O segmento de concessionárias oferece diversas linhas de crédito para o consumidor, como financiamento, consórcio e crédito consignado, mas “a mais usada pelos consumidores para adquirirem carros, hoje, é o CDC, o crédito direto ao consumidor”.

O gestor Arnon conclui que o cenário de alta nas vendas de veículos é algo esperado, não uma surpresa. “Geralmente, é projetado um aumento constante para o automóvel, por ele ser um bem de alto valor agregado, um bem durável”, frisa.

Balanço regional – Emplacamentos
Total
Junho 2023
3.616

Junho 2024
4.328 (+ 19,69)

Acumulado ano – Total
2023
20.596

2024
26.028 (+ 26,37%)

Brasil – Total
2023
1.881.263

2024
2.187.871 (+ 16,29%)

Fonte: Fenabrave

Tribuna do Norte

Supermercado Recreio