Search
Close this search box.

TSE recebe convite e vai acompanhar eleições na Venezuela

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) irá acompanhar de perto as eleições na Venezuela, diante do desafio de que o país vizinho realmente viva a experiência de eleições livres.

O tribunal foi convidado no dia 17 deste mês, em ofício encaminhado via Ministério de Relações Exteriores, a encaminhar representantes que irão integrar comitiva brasileira. O Brasil está entre os observadores com encontro marcado com a Venezuela para acompanhar o pleito.

As eleições venezuelanas estão previstas para 28 de julho.

O presidente Nicolás Maduro irá disputar a preferência do voto contra seu principal adversário Edmundo González Urrutia, designado pela principal aliança opositora, a Plataforma Unitária, para representar a líder inabilitada María Corina Machado. Se Maduro vencer novamente, irá garantir 18 anos no poder.

Apesar do compromisso de eleições livres, o governo da Venezuela manteve a caça a opositores políticos nos últimos meses.

Na semana passada, a Venezuela retirou o convite à observadores da União Europeia (UE), depois que o bloco ratificou sanções contra funcionários do governo de Nicolás Maduro.

Procurado, o TSE informou que ainda avalia o convite.

Fonte: CNN Brasil

Seridó Cadeiras