Search
Close this search box.

Pré-candidatos comentam briga pela engorda

Os principais pré-candidatos a prefeito de Natal nas eleições municipais deste ano repercutem o atraso da engorda de Ponta Negra, depois que a draga contratada para execução da obra deixou, no domingo (7), o porto da Ribeira.
Caso do deputado federal Paulinho Freire (União Brasil), que acompanhava o prefeito Álvaro Dias (Republicanos), na segunda-feira (8), na tentativa de conseguir a liberação da licença operacional no Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema-RN): “É inaceitável o que estamos presenciando acontecer com Natal, um prejuízo imenso para a cidade que condena a nossa principal indústria, o turismo”.

Paulinho Freire disse que iria entrar em contato com o Ministério do Turismo, Celso Sabino, que é do seu partido, para pedir apoio a uma solução para o caso, pra que “Natal e o Rio Grande do Norte continuem nessa derrocada de investimentos e venhamos perder essa obra que seria transformadora para a nossa capital”.

Freire criticou a falta de agilidade do Idema, uma vez que Natal “está sendo penalizada”, mesmo estando “sob uma gestão que tirou a cidade do atraso. Que avançou mais nos últimos anos do que nas últimas duas décadas e agora somos surpreendidos por esse golpe”.

Segundo Freire, “o prejuízo para o turismo é imenso, mas o maior dano é para a população, que vai perder a geração de emprego e renda para a cidade”.

Já o ex-prefeito Carlos Eduardo Eduardo (PSD) criticou a atual gestão do município. “Depois de engavetar o projeto, que deixamos pronto por quatro anos, o prefeito coloca em risco um dos principais cartões-postais da cidade”.

Improviso
Para Carlos Eduardo “é revoltante a prefeitura e o Idema discutindo quem tem razão, enquanto o Morro do Careca é levado pelo mar, precisamos mudar essa forma de administrar a cidade, feita de improviso e despreparo”.

O pré-candidato do Avante a prefeito de Natal, ex-deputado federal Rafael Motta, considera “lamentável a falta de união” entre o governo do Estado e a Prefeitura de Natal na emissão da licença para engorda da praia de Ponta Negra: “A cooperação entre os entes federativos é essencial para o progresso. Na nossa gestão vamos em esforço pelo bem da nossa cidade”.

Pré-candidata do PT à prefeita nas eleições de 2024, a deputada federal Natália Bonavides disse que o prefeito “quer tentar forçar o Idema a emitir a licença da obra de Ponte Negra sem que a prefeitura tenha até agora fornecido toda a documentação para o Idema”.

Bonavides acusa o prefeito “querer transferir sua culpa do atraso da obra pra outra pessoa. Mas todo mundo sabe que a engorda não saiu ainda por culpa dele, que passou mais de 300 dias para enviar a documentação e ainda enviou incompleta. Agora partem para a agressão física e para o quebra-quebra e vandalismo”.

Tribuna do Norte

Supermercado Recreio