Search
Close this search box.

Nikolas Ferreira alerta PF sobre indícios de incentivo de assassinatos coletivos em escolas

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) informou, nesta quarta-feira (5), ao Diretor-Geral da PF, delegado Andrei Augusto Passos Rodrigues, que existem indícios de que jovens estão tramando e estimulando assassinatos coletivos em escolas brasileiras.

Nikolas recebeu documentos que apresentam trocas de mensagens em plataformas digitais que levam a crer na existência de uma organização de pessoas, em sua maior parte adolescentes e pré-adolescentes, que estimula o cometimento de assassinatos coletivos, sobretudo nas escolas.

“Após a veiculação em diversos meios de imprensa nacional e internacional, alguns internautas nos encaminharam documentos que apresentam trocas de mensagens alarmantes em plataformas digitais que levam a crer na existência de uma organização de pessoas, em sua maior parte adolescentes e pré-adolescentes, que se estimulam ao cometimento de assassinatos coletivos, sobretudo nas escolas”.

O parlamentar, juntamente com o deputado federal Filipe Barros (PL-PR), enviou um ofício para o delegado sobre os casos, assim como todos os documentos que mostram tais conversas.

“Há indícios que criminosos estão se utilizando de aplicativos de comunicação, como o “discord”, para planejar atentados em escolas”, afirmou Barros nas redes sociais.

Nikolas assinou o requerimento de urgência da deputada federal Júlia Zanatta (PL-PR) para que seja pautado o mais rápido possível na Câmara dos Deputados o projeto de lei do deputado federal Paulo Bilynsky (PL-SP) para implementação obrigatória de seguranças armadas nas escolas públicas e privadas brasileiras.

Diário do Poder

Limpa Mil