Search
Close this search box.

Música de MC investigado pela Polícia fala em tocar fogo no RN

Com expressões como “vamo botar fogo em tudo”; “o Estado vai pagar cada lágrima sofrida que eu vim a derramar” e “queimar tudo, tocar o terror”, músicas alusivas às ações da facção Sindicato do Crime do RN (SDC-RN) são alvo de investigação da Polícia Civil. As músicas, segundo a Polícia, foram compostas por um MC de Natal e trazem apologia aos ataques ocorridos no mês de março, com citação a nomes de pelo menos 180 pessoas identificadas pela Polícia como faccionados e lideranças criminosas de bairros de Natal e de várias cidades do RN.

Segundo a Polícia, o investigado teria recebido R$ 2.000 por pelo menos três músicas em 2023, bem como pagamentos para citação de nomes dos criminosos na canção.

A investigação da PCRN faz parte de um inquérito instaurado desde março pela Divisão Especializada no Combate ao Crime Organizado (Deicor), que apura crimes do SDC-RN. Na última segunda-feira (24), a Deicor cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de Alison Firmo de Melo, 23 anos, com apreensão de um celular e um computador que serão investigados pela Polícia. O homem não apresentou defesa com advogados no momento do depoimento.

Segundo as investigações, o MC é responsável por compor e cantar músicas que citam as facções Sindicato do Crime do RN (SDC-RN) e Okaida, da Paraíba.

Tribuna do Norte

Espaço Flor de Lotus