Search
Close this search box.

Exportações do RN crescem 23% nos dois primeiros meses do ano, aponta Fiern

As exportações do Rio Grande do Norte cresceram 23,3% no primeiro bimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2023. Com isso, as vendas externas potiguares somaram 137 milhões de dólares no período. Os óleos combustíveis, melões, melancias, açúcar e sal foram os produtos com maiores valores exportados respectivamente. Os números integram levantamento do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (CIN-FIERN).

Deduzidos os valores de óleos combustíveis — equivalentes a 50 milhões de dólares, que representaram 36% do total exportado pelo Estado —, houve uma pequena queda de 0,6% na soma dos demais produtos da pauta do RN, que foram de 86.9 milhões de dólares.

A suspensão da captura de algumas espécies de atum em dezembro ainda impacta as exportações de peixes, que apresentam redução de 62,6% em 2024. Melancias (-23%), tecidos de algodão (-21,4%) e sal (-16%) também apresentaram quedas importantes.

“A presença do açúcar na pauta com 16.6 milhões de dólares, ao contrário do 1º bimestre de 2023, contribuiu para manter o total em patamar apenas levemente menor que em 2023”, acrescenta o responsável técnico do CIN da FIERN, Luiz Henrique Moreira Guedes.

O levantamento do CIN constata também que os principais destinos das vendas externas das empresas potiguares foram Panamá e África do Sul, ambos destinos de óleos combustíveis, além dos Países Baixos, Estados Unidos, Espanha e Costa do Marfim, este destino de açúcar.

MELÕES E MELANCIAS

A safra de embarques de melões, iniciada em agosto do ano passado, fechou até fevereiro com crescimento de 11,8% em valores exportados, o que totaliza 102,5 milhões de dólares e um crescimento de 8,5% no volume, atingindo 137 mil toneladas em relação à safra de 2022/23.

O valor exportado de melancias cresceu 5% na safra atual de agosto a fevereiro. Com isso, atingiu 47,7 milhões de dólares e 76 mil toneladas, um crescimento de 3,6% em volume.

FEVEREIRO

As exportações potiguares de fevereiro deste ano, de 45,6 milhões de dólares, foram 29,8% maiores que as do mesmo mês de 2023 e 35% menores que as de janeiro de 2024, mês com consideráveis embarques de óleos combustíveis. Melões, óleos combustíveis, açúcar, melancias e peixes foram os produtos com maiores valores exportados em fevereiro respectivamente.

IMPORTAÇÕES

As importações do RN cresceram 114,7% em relação ao primeiro bimestre de 2023, atingindo USD 82 milhões. Gasolina liderou a pauta com 23 milhões de dólares, seguido de geradores de energia eólica (18 milhões de dólares), óleo diesel (nove milhões de dólares) e trigo (quatro milhões de dólares) como principais produtos importados respectivamente.

Com aumento das exportações e importações, a corrente de comércio apresentou crescimento de 46,7% nesse início de ano, somando 219 milhões de dólares. O saldo ficou em 54,9 milhões de dólares.

Seridó Cadeiras