Search
Close this search box.

Entre os piores e sem Gabigol, Flamengo recebe Goiás no Maracanã para estancar a crise

Atemporada do Flamengo não é nada boa e o time está cada vez mais pressionado pela torcida. O time carioca terminou a última rodada na zona de rebaixamento e para estancar a crise instalada na Gávea com sucessivos tropeços, o técnico Jorge Sampaoli não terá o atacante Gabigol, suspenso, contra o Goiás, nesta quarta-feira, às 20h, no Maracanã. A partida é válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com apenas uma vitória em quatro jogos, o Flamengo abre a zona de rebaixamento, em 17º lugar, com três pontos e vem de três derrotas consecutivas para Internacional (2 a 1), Botafogo (3 a 2) e na última rodada para Athletico-PR, por 2 a 1, de virada, na Arena da Baixada. O argentino Sampaoli ainda não venceu com rubro-negro no Brasileirão.

Diante deste cenário de crise e pressão, o Goiás é mero coadjuvante, porém, também tem seus desafios na competição. O seu principal objetivo em 2023 é evitar o descenso para a Série B. O time está uma posição abaixo do Flamengo, em 18º lugar, com os mesmos três pontos e vem de uma goleada sofrida por 5 a 0 para o Palmeiras, em plena Serrinha.

Sampaoli não terá o atacante Gabigol. O camisa 10 levou o terceiro amarelo, todos por reclamação, e está suspenso. Com isso, Matheus França deve seguir no ataque, junto com Pedro, recuperado de um entorse no tornozelo, e Everton Cebolinha. Outro desfalque é o meia Thiago Maia. Com uma lesão muscular, o volante está fora do confronto. Arturo Vidal aparece como principal substituto.

No meio-campo, Everton Ribeiro disputa vaga com Arrascaeta, e a tendência é que o uruguaio comece a partida como titular. No gol, não foi constatada fratura da face de Santos, em uma dividida com Vitor Roque, e o goleiro ainda sente dores, mas deve ir para o jogo. Caso seja vetado, Matheus Cunha assume a meta.

Mas o técnico argentino parece que encontrou a fórmula para se dar bem no Flamengo: vencer sempre, não importando como. “Me preocupa muito o resultado do jogo, o desenvolvimento. Penso que o time está gerando mais volume do que eu esperava, mas na realidade o importante é ganhar. O Flamengo está acostumado a isso. Não tem que somente jogar melhor do que o rival, criar mais chances e não ganhar. Temos que resolver isso rapidamente.”

Do lado do Goiás, o técnico interino Emerson Ávila terá uma nova dupla na defesa. Com Lucas Halter, expulso contra o Palmeiras, e Bruno Melo suspenso pelo terceiro amarelo, o treinador terá Sidmar e Edu formando a zaga. Quem retorna ao time é o lateral direito Maguinho, que cumpriu suspensão na última rodada.

Com uma fratura no dedo, o goleiro Tadeu continua fora. Apesar da goleada sofrida, Marcelo Rangel segue defendendo a meta goiana. Emerson Ávila mostrou preocupação com a sequência de jogos, porque após este duelo com o Flamengo, o time goiano vai receber o Botafogo, líder do Brasileirão. “O campeonato é muito difícil. Já saímos desse jogo contra o Palmeiras pensando no Flamengo, e no próximo fim de semana vamos enfrentar o Botafogo, que é o líder. Esse é o Brasileirão, difícil toda rodada.”

Limpa Mil