Search
Close this search box.

Em expansão, UERN planeja fazer concurso público em 2024

Para buscar preencher cada vez mais as lacunas do Ensino Superior no Rio Grande no Norte, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), que completa completa 55 anos em setembro, pretende elevar o número de cursos ofertados hoje em dia. Para isso, no entanto, será necessário aumentar o quadro de servidores atual, composto por 766 docentes efetivos e 648 técnicos administrativos. Cicília Maia, reitora da instituição, revela que a estratégia, inicialmente, é recompor o quadro para depois buscar a ampliação dele.

“Nosso último quadro é de 2009 e, com o crescimento da universidade, já não é possível dar conta de tantas atividades. Há uma necessidade  pujante de que o número de servidores seja alterado. Temos um concurso em trâmite, com a expectativa de lançar o edital entre o final deste ano e início de 2024. O certame, conforme preconiza a lei, será para a reposição de aposentadorias e óbitos. Em paralelo,  estamos buscando a atualização para ampliar o quadro de servidores”, explica.

A autonomia financeira conquistada pela UERN em 2021 deve ser uma aliada para a recomposição do quadro. A autonomia, alcançada graças a um Projeto de Lei sancionado pelo Governo do Estado há dois anos, garante estabilidade institucional necessária à execução do  planejamento financeiro e alcance de  metas estratégicas anuais, além de possibilitar avanços nos Planos de Cargos, Carreira e Remuneração dos docentes e técnicos administrativos. “Sem essa autonomia, após a aprovação do nosso orçamento, todos os processos eram encaminhados para a Secretaria de Planejamento para que os pagamentos fossem realizados”, esclarece a reitora.

“Agora, o repasse financeiro é feito diretamente na conta da universidade. Assim, nós temos condições de não somente planejar nosso orçamento, como também de elaborar a própria execução financeira, o que faz toda a diferença”, completa Cicília Maia. Com intuito de se aproximar cada vez mais da comunidade acadêmica e da sociedade, a instituição tem usado o slogan ‘A UERN também é sua’, na campanha de comemoração de aniversário segundo afirma a reitora. “Nossa expectativa é receber toda a sociedade, seja o estudante, seja o servidor da universidade”, diz.

As comemorações pelos 55 anos começaram nesta terça-feira (19), com uma sessão solene na Câmara Municipal de Natal para homenagear a instituição e terminam no próximo dia 28, data de aniversário da UERN. Nesta quinta-feira (21), é a vez das homenagens ocorrerem na Câmara Municipal de Mossoró, cidade-berço da universidade. A escolha da capital do Oeste como local de instalação, em 1968, não se deu por acaso, conforme explica Cicília Maia.

A programação de aniversário  inclui, além das sessões solenes em Natal e Mossoró, uma missa, um culto evangélico e um culto aos orixás. No dia 28, data de aniversário, será realizada uma assembleia universitária em Mossoró.

Além das comemorações pelos 55 anos, a UERN se preparara para receber, entre os dias 18 e  21 de outubro, a 70ª edição do Fórum de Reitores da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem).

A UERN hoje contabiliza 6 campi nos municípios de Assu,  Caicó, Mossoró, Natal, Patu e Pau dos Ferros, 15 polos de Educação a Distância (EaD), 65 cursos de graduação, 22 de mestrado e quatro de doutorado, além de  273 projetos de extensão. Ao longo de pouco mais de meio século, a instituição já formou mais de 56 mil profissionais (entre graduação e pós), em uma trajetória que tem orgulhado a atual reitora,  Cicília Raquel Maia Leite.

“A UERN é o maior patrimônio vivo do povo potiguar. Nesses 55 anos  temos percebido a potência  do que isso significa, especialmente onde estamos localizados. Entendemos que  estamos desenvolvendo toda a região onde nossas unidades acadêmicas estão instaladas”, frisa a reitora.

Tribuna do Norte

Supermercado Recreio