Search
Close this search box.

Dólar engata 4ª baixa consecutiva e encerra semana a R$ 4,91

O dólar voltou a fechar em queda nesta sexta-feira (14), conforme investidores repercutiam a divulgação de dados econômicos nos Estados Unidos e acompanhavam a viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à China.

Ao final da sessão, a moeda norte-americana recuou 0,23%, cotada a R$ 4,9151, renovando o menor patamar em 10 meses. Veja mais cotações.

Na véspera, o dólar teve seu terceiro dia consecutivo de queda (0,32%), cotado a R$ 4,9262. Com o resultado, a moeda fechou a semana com uma perda acumulada de 2,82%. Já no mês e no ano, tem quedas de 3,04% e 6,88%, respectivamente.

O que está mexendo com os mercados?

O dólar conseguiu emplacar mais um dia de baixa nesta sexta-feira. O movimento veio mesmo após a queda de 1% nas vendas do varejo norte-americano — dado que indica que a maior economia do mundo está em desaceleração, mas talvez não rápido o suficiente para impedir que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) eleve novamente a taxa básica de juros do país.

Nos últimos dias, as divulgações de índices de inflação no Brasil e nos Estados Unidos foram bem recebidas pelo mercado financeiro, que se preocupam com a desaceleração da economia global. Ambos os dados indicaram que a subida de juros está fazendo efeito nos preços, e que poderão reduzidos em um prazo mais curto.

Espaço Flor de Lotus