Entidades e advogadas feministas silenciam sobre agressão de advogado contra mulher em Mossoró

No meio da advocacia potiguar, não se comenta outra coisa ao não ser o caso de agressão envolvendo o presidente afastado da OAB Mossoró, o advogado Hermeson Pinheiro que foi filmado agredindo a esposa e abandonando jogada na rua outra mulher que o acompanhava no carro no momento da suposta traição. O fato grave gerou a suspensão por 90 dias do registro do advogado na OAB/RN.

Porém, o que tem chamado a atenção dos advogados, e principalmente advogadas, é o silêncio de entidades e lideranças femininas da advocacia se posicionarem sobre o grave episódio de violência contra a mulher. Entidades como a Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ/RN), atuante na defesa dos direitos das mulheres até o momento silenciou.

Ainda causa mais estranheza o silêncio também de lideranças femininas que até pouco tempo levantavam bandeiras pelas mulheres advogadas e o empoderamento feminino, como as advogadas Magna Letícia e Rossana Fonseca que chegaram a defender nas eleições da OAB/RN que representavam as vozes das mulheres na instituição.

Leia mais

PROPRIETÁRIA PROCURA VEÍCULO EM CAICÓ-RN

Consta no BO nº 81890/2024 da 46ª, da Delegacia de Polícia de Caicó que a proprietária do veículo o financiou em seu próprio nome em favor da pessoa de Maciel Lopes de Medeiros (vulgo Cigano) e sua esposa.

Que este vendeu o veículo para terceiro sem sua anuência da proprietária e sem a regular transferência do financiamento e registro junto ao Detran/RN. A proprietária já foi citada em duas ações judiciais referentes ao veículo.

Pede a quem souber o paradeiro do veículo FORD KA/Flex, Placa: NOG3D94, na cor branca, que entre em contato com o advogado da mesma, Dr. RÔMULO FERNANDES, telefone/whatsapp: (84) 99602-7891.

Leia mais

Preço dos alimentos aumentou, dizem 79% dos brasileiros ao Ipec

 

Pesquisa do Ipec divulgada neste domingo (21) aponta que 79% dos brasileiros acreditam que o preço dos alimentos aumentou nos últimos meses no país.

A percepção para outros 9% é de que o valor dos alimentos teve queda. Já 11% acreditam que os preços continuam os mesmos. Não sabem ou não responderam correspondem a 1% dos entrevistados.

Leia mais

Renda de esposa de ex-chefe da Polícia Civil acusado no caso Marielle cresceu quase 30 vezes

A renda anual da esposa do delegado da Polícia Civil Rivaldo Barbosa cresceu quase 30 vezes depois que ele assumiu a chefia da delegacia de homicídios do Rio de Janeiro, revela relatório da Polícia Federal.

A PF acusa o delegado de utilizar a mulher como “testa de ferro” em “empresas de fachada” para retardar a elucidação de crimes, como no caso da morte de Marielle Franco.

No relatório da PF, cujo sigilo foi levantado pelo Supremo Tribunal Federal, a renda anual de Erica Andrade de Almeida Araújo sobe de R$ 32 mil em 2014 para R$ 504 mil em 2015, quando o marido é nomeado para a chefia do setor de homicídios, e chega ao pico de R$ 927 mil em 2017.

Leia mais

À TV Record, Robinho acusa Justiça da Itália de racismo e explica áudios com risadas

Condenado a nove anos de prisão por violência sexual de grupo na Itália, Robinho acusou a Justiça do país europeu de racismo em seu processo. Na próxima quarta, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) vai julgar o pedido do governo italiano para que o ex-jogador cumpra a pena em território brasileiro. Ele afirmou que tem provas suficientes, que foram ignoradas, mesmo após julgamento em três instâncias na justiça italiana.

– Só joguei quatro anos na Itália e já cansei de ver histórias de racismo. Infelizmente, isso tem até hoje. Foi em 2013, estamos em 2024. Os mesmos que não fazem nada com esse tipo de ato (racismo) são os mesmos que me condenaram – disse Robinho, em entrevista à TV Record.

“Com certeza, se o meu julgamento fosse para um italiano branco, seria diferente. Sem dúvidas. Com a quantidade provas que eu tenho, não seria condenado”, declarou o ex-jogador.

Leia mais

Ataque ao ônibus do Fortaleza completa duas semanas sem prisões; polícia não comenta caso

Sem prisões, sem respostas à sociedade ou às vítimas do atentado. É com esse cenário, similar ao de uma semana atrás, de silêncio pelas autoridades sobre o caso, e, até aqui, de nenhuma resposta concreta ao incidente, que o ataque ao ônibus do Fortaleza completou, na madrugada desta quinta-feira, duas semanas.

O caso ocorreu no último dia 22 de fevereiro, às 2h21 (conforme aponta o Boletim de Ocorrência realizado pelo Fortaleza), após o jogo entre Sport e o Tricolor, na Arena de Pernambuco. Na ocasião, o ônibus com a delegação cearense foi atacado a oito quilômetros do estádio, quando sofreu uma emboscada, que deixou seis jogadores do Leão do Pici feridos.

Desde então, as investigações seguem em sigilo por parte da Polícia Civil de Pernambuco. Em silêncio, sem conceder entrevistas ou fornecer qualquer detalhe das investigações em curso, o órgão chefiado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), conforme apurou o ge, já encerrou a etapa de ouvir testemunhas.

Leia mais

Turista é esfaqueado durante um assalto em Ponta Negra

Giroflex, Polícia Militar RN — Foto: Raiane Miranda

Um turista de São Paulo foi vítima de um assalto seguido de esfaqueamento durante um passeio na Praia de Ponta Negra, na zona Sul de Natal, nessa terça-feira (27). A vítima foi socorrida a tempo e passa bem.

Segundo a Polícia Civil, o crime será investigado pela Delegacia do Turista. Ainda segundo as autoridades, ele estava ao lado da esposa quando dois criminosos chegaram para assaltar.

O turista, então, entrou em confronto com os bandidos. Logo em seguida, o paulista foi surpreendido pelas costas com golpes de facas.

Leia mais

Médico do Fortaleza revela mais de 1.200 lesões em jogadores após ataque a ônibus

atentado contra o ônibus do Fortaleza na madrugada da última quinta-feira (22) deixou mais de 1.200 lesões físicas nos atletas. O número foi confirmado pelo Diretor do Departamento de Performance do clube, o médico Cláudio Maurício, em entrevista ao Fantástico.

– Nós estamos falando de seis atletas periciados. Dos seis, eu acompanhei pelo menos 1.200 lesões nesses atletas. A natureza das lesões fala por si só. Temos lesões contusas, perfurantes, queimaduras de segundo grau, lesões com deformidade definitiva. Temos lesões que não vão se apagar mais, que são cicatrizes definitivas.

– Não tenho dúvidas de que não estamos hoje velando alguém por segundos ou pela mão de Deus. Porque muitas das lesões poderiam ser fatais por centímetros – Declarou o diretor.

Leia mais

Fortaleza atualiza situação de 6 jogadores feridos após ataque a ônibus em Recife

Fortaleza atualizou a situação dos seis jogadores feridos após o ataque ao ônibus da delegação, em Recife.

“Seis jogadores foram atingidos: o goleiro João Ricardo foi ferido com um corte no supercílio e o lateral-esquerdo Gonzalo Escobar sofreu uma pancada na cabeça, um corte na boca e um outro corte no supercílio. O lateral-direito Dudu, os zagueiros Titi e Brítez, e o volante Lucas Sasha foram feridos com estilhaços de vidro e tiverem que conter sangramentos”, diz a atualização do clube.

“João Ricardo e Gonzalo Escobar passaram por suturas, procedimento de recebimento de pontos cirúrgicos. O lateral-esquerdo também irá realizar exames de tomografia na cabeça, mas está bem e consciente. Os demais atletas passarão por cuidados médicos para a retirada de estilhaços de vidro pelo corpo”.

Leia mais

Daniel Alves é condenado a quatro anos e meio de prisão por agressão sexual

Daniel Alves foi condenado nesta quinta-feira (22) a quatro anos e seis meses de prisão por ter agredido sexualmente uma mulher na boate Sutton, em Barcelona, no final de 2022.

A sentença veio duas semanas depois ao fim do julgamento. A defesa do ex-jogador de BarcelonaParis Saint-GermainJuventusSão Paulo e seleção brasileira pode recorrer da decisão no Tribunal Superior de Justiça da Catalunha (TSJC) e no Supremo Tribunal da Espanha.

Até lá, Daniel Alves seguirá preso. A condenação feita pela juíza Isabel Delgado na 21ª Seção de Audiência de Barcelona inclui uma pena de liberdade condicionada de cinco anos a ser cumprida após a pena.

Leia mais

Torres, telas, portas e revistas: as 8 barreiras de segurança ultrapassadas por foragidos de Mossoró

A fuga histórica de um presídio federal exigiu dos presos — agora foragidos — a superação de pelo menos oito barreiras de segurança que deveriam ter evitado que eles conseguissem deixar a Penitenciária Federal de Mossoró.

As informações foram confirmadas por fontes que integram o sistema prisional brasileiro.

O primeiro passo seria ultrapassar a porta da cela, que é trancada o dia todo, com exceção dos casos de deslocamento para o banho de sol e departamento médico, por exemplo.

Leia mais

TSE aprova lista com nomes e Lula escolherá quem vai participar de julgamento de Moro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta quinta-feira (1º) a lista tríplice com os nomes dos advogados que disputam uma vaga de integrante titular no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). A decisão chama a atenção por causa da importância do futuro ocupante participar do julgamento do senador Sergio Moro (União-PR), cujo desfecho pode resultar na cassação do mandato do ex-juiz da Lava Jato.

Os três nomes aprovados pelo TSE são Roberto Aurichio Júnior, José Rodrigo Sade e Graciane Aparecida do Valle Lemos, todos advogados. A definição sobre quem ocupará a vaga no TRE paranaense cabe ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Aurichio Júnior e Rodrigo Sade eram integrantes substitutos no TRE-PR desde 2022, ambos nomeados pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), cujos mandatos se encerraram em 27 de janeiro. Graciane Lemos, nomeada por Michel Temer (MDB), ocupou a mesma função na Corte entre 2017 e 2019.

Leia mais