Search
Close this search box.

Catedral de Sant’Ana de Caicó é reconhecida como patrimônio cultural, histórico e religioso do RN

A Catedral de Sant’Ana de Caicó foi reconhecida como patrimônio cultural, histórico e religioso do Rio Grande do Norte. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (25).

A lei nº 11.385 de autoria do deputado estadual Francisco do PT , aprovada no plenário da Assembleia Legislativa no dia 7 de março foi sancionara pela govenadora Fátima Bezerra, o documento foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (25). O parlamentar disse, na época, que atendeu um pedido da Arquidiocese, através da Diocese de Caicó.

No documento sancionado, o governo do RN determina que fica a Mitra Diocesana de Caicó, através da Paróquia de Sant’Ana, “responsável por angariar os recursos necessários e realizar as obras de conservação e reparação que essa requerer”.

A Mitra também vai se responsabilizar ainda “por tomar as providências necessárias para que nenhum obstáculo impeça ou reduza a visibilidade da Catedral, nem nela sejam colocados anúncios ou cartazes que provoquem danos em sua estrutura”, destacou a lei.

Em julho de 2022, o governo do RN havia reconhecido as festas de Sant’Ana das cidades de Caicó, Currais Novos e Santana do Matos como patrimônios culturais imateriais.

g1 RN

Supermercado Recreio