Search
Close this search box.

Caso Americanas: Bancos suspendem processos, Bradesco rejeita trégua

Dois grandes credores da Americanas fecharam acordo com a companhia para suspender por 30 dias todos os litígios contra a varejista que tramitam na Justiça. O entendimento foi com o Itaú e o Santander. O BTG Pactual tomou decisão semelhante em março. Outro grande credor, o banco Bradesco rejeito os termos da trégua.

O acordo foi possível depois que os três principais acionistas da companhia prometeram injetar dinheiro para saldar parte da dívida. Jorge Paulo Lemann, Carlos Alberto Sicupira e Marcel Telles concordaram em aportar cerca de R$12 bilhões para saldar parte do que deve a empresa. O valor total da dívida é estimado em R$43 bilhões.

Apesar da grave crise que preocupa credores e pequenos acionistas, os principais donos das Americanas ficaram ainda mais ricos em meio à crise que se instalou na companhia. Dos cinco brasileiros mais ricos do país, três são donos das Americanas.

Diário do Poder

Limpa Mil