Search
Close this search box.

Brasil busca liderança em jogo contra a Colômbia na Copa América

São Paulo (AE) – Brasil e Colômbia fazem o confronto mais esperado da fase de grupos da Copa América nesta terça-feira, às 22h (horário de Brasília), no Levi’s Stadium, em Santa Clara, na Califórnia, nos Estados Unidos. Junto de Argentina e Uruguai, as seleções estão entre as melhores do torneio. O duelo deve selar a classificação da equipe brasileira e definirá o líder do Grupo D, o que estabelece os jogos das quartas de final, contra os classificados do Grupo C.

Após a vitória diante do Paraguai e o atropelo colombiano contra Costa Rica, a situação ficou mais confortável para a equipe de Dorival Júnior. Um empate nesta terça já garante a classificação. A possibilidade de perder a vaga depende, além de uma derrota, uma vitória costa-riquenha contra os paraguaios por mais de três gols de diferença. Ficar em primeiro lugar do grupo, entretanto, garante livrar-se do Uruguai nas quartas.

O desempenho contra o Paraguai mostrou evolução. Não só pelo número de gols (4 a 1), mas por mais participação de Vinicius Júnior no jogo, além das entradas de Wendell e Savinho nos lugares de Arana e Raphinha, respectivamente.

Dorival não divulgou o time inicial e nem se será o mesmo que começou o jogo da segunda rodada. Considerando os dois amistosos pré-Copa América e as duas rodadas do torneio, Dorival já experimentou todos os jogadores de linha em situação de jogo. Éder Militão, Wendell, Lucas Paquetá e Vini Jr. estão pendurados com cartões amarelos. É especulada a saída de Paquetá para a entrada de um meia de mais marcação, como Douglas Luiz ou Ederson.

Apesar de já ter a vaga garantida e ter mais probabilidade de acabar com a liderança no grupo, o time colombiano deve ter força máxima diante do Brasil. O treinador Néstor Lorenzo quer manter os 100% de aproveitamento Uma vitória contra o Brasil, repetindo o confronto das Eliminatórias em novembro do ano passado, faz o anímico do time ficar mais forte para o mata-mata A Colômbia não perde desde fevereiro de 2022, com 25 jogos de invencibilidade.

Em números, as seleções brasileira e colombiana apresentam semelhanças em criação de jogadas. O Brasil tem média de 10,5 finalizações nas duas primeiras rodadas, contra 7,5 da Colômbia.

Simultaneamente ao duelo entre Brasil e Colômbia, as demais seleções do Grupo D jogam no Q2 Stadium, em Austin, no Texas. O Paraguai já não tem chances de classificação. Para a Costa Rica, é preciso de uma goleada e contar com vitória colombiana.

Tribuna do Norte

Seridó Cadeiras