Search
Close this search box.

Aneel vai paralisar atividades na próxima quinta-feira, com pressão por reajuste salarial

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta terça-feira (2) que haverá a paralisação das atividades no próximo dia 4 de julho, em meio às discussões sobre reajuste salarial e recomposição da carreira do quadro de servidores das agências. Por ora, não há previsão de estender esse protesto e a reunião da próxima terça-feira está mantida.

O Ministério de Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI) negocia reajuste salarial para diferentes categorias. A próxima reunião da mesa de negociação com as agências reguladoras está marcada para o dia 11 de julho, às 16h.

Na última sexta-feira, em assembleia, o Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (Sinagências) decidiu pela paralisação nacional de 24 horas no próximo dia 4.

“Caso a proposta do governo seja novamente insatisfatória, a categoria se reunirá para deliberar os próximos passos, incluindo a possibilidade de uma greve”, disse o sindicato, em nota.

Logo, assim como a Aneel, outras agências devem paralisar as atividades por 24 horas. No caso da agência reguladora, a sugestão do governo é um reajuste de 9% em 2025 e de 3,5% em 2026, considerado insuficiente pelo sindicato.

Estadão Conteúdo

Tribuna do Norte

Supermercado Recreio