Search
Close this search box.

América ‘espanta a dor’ provocada pela eliminação

Triste sim, mas cabisbaixo jamais. É com esse sentimento que o América deixou São Paulo após ser eliminado da disputa da Copa do Brasil, com uma nova derrota por 2 a 1 para o Corinthians. O treinador Marquinhos Santos destacou o desempenho da equipe e destacou que o time potiguar foi grande. Segundo o comandante, o Alvirrubro chegou muito perto da virada, em um lance salvo pelo goleiro paulista já nos minutos finais do confronto. Agora, tendo apenas a disputa da Série D pela frente, com bons períodos de treinamento, a tendência é o time melhorar de rendimento.

“Saímos chateados pela eliminação, mas estou orgulhoso sabendo da existência de um horizonte que podemos percorrer. Temos de voltar as nossas atenções para a competição eleita como a mais importante da temporada por todos. O objetivo de promover a ascensão do América está na Série D, uma competição que o clube está inserido, mas de forma deslocada, porque o América não é um clube de quarta divisão”, afirmou.

O comandante alvirrubro não esconde que para atingir o objetivo final, o elenco ainda necessita de algumas peças, o trabalho de reposição está cada vez mais complicado por ter sido montado um grupo enxuto.

“Nessa corrida no Brasileirão, quando os caminhos levam para os confrontos de mata-mata, nós iremos necessitar de reforços sim. até agora vínhamos conseguindo encontrar soluções criativas para suprir algumas baixas importantes, mas as cartas na manga estão acabando e estamos precisando de peças que cheguem para qualificar mais o elenco”, salientou. “Necessitamos de peças para poder variar mais o nosso acervo tático nas partidas e não perder a nossa qualidade de jogo”.

O que mais está emperrando a chegada de novos nomes ao clube, segundo o treinador americano, “é que nunca foi fácil convencer um atleta de bom nível, descer para disputar a última divisão do futebol nacional. Mesmo sendo o América, tendo o respaldo de uma SAF por trás, esse processo de convencimento ainda não é simples”.

Tribuna do Norte

Supermercado Recreio