Search
Close this search box.

ALRN avalia melhoria para rotas do turismo religioso no Estado

O Turismo religioso do Rio Grande do Norte foi tema de debate, na tarde desta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa. “Esse tema, para nós, não é secundário. Ao contrário, ele é muito importante, pois sabemos o seu significado para a Economia, a Cultura e a Fé dos norte-rio-grandenses. E a crença não pode ser dissociada da identidade do seu povo e do seu lugar”, destacou a deputada Divaneide Basílio (PT), autora da proposta de audiência pública.

Iniciando os discursos da Mesa dos Trabalhos, Rosângela Sá, presidente da Associação Alto do Bom Jesus (Abomje), de Touros, frisou que a referida audiência pública já era um momento histórico, por se estar discutindo a área turística religiosa do Estado, “já que é difícil reunir tanta gente em torno do assunto”. O prefeito de Touros, Pedro Filho, disse que está à disposição para apoiar e correr atrás das condições para que a obra seja concluída.

De acordo com o Padre Bianor, Pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), em Cidade Alta, “o turismo religioso não se trata apenas de passeio, mas também de fé. É um encontro com a crença”. Segundo o pároco, é preciso cuidar também do patrimônio histórico dos municípios como um todo.

Para o coordenador do projeto “Seridó, Fé e Tradições”, Diego Vale, as pessoas que vão em busca do turismo religioso estão atrás de algo muito forte. “Elas querem uma experiência de vida. Por isso é uma área tão importante, que envolve também o nosso patrimônio histórico”.

Também presente ao debate, o deputado Hermano Morais (PV) ressaltou a relevância econômica do Turismo para o Estado. Segundo o prefeito de São Gonçalo, Eraldo Paiva, o turismo religioso é fundamental para contribuir com a geração de emprego e renda, além do desenvolvimento geral do Estado.

A secretária de Turismo de Santa Cruz, Marcela Pessoa de Souza, iniciou sua fala enaltecendo a importância do Santuário da padroeira para o desenvolvimento do município e de toda a região circunvizinha.

“Santa Cruz está quase completando 11 anos do Santuário de Santa Rita de Cássia, que foi inaugurado em 26/06/12. A obra aconteceu graças ao despertar do prefeito Tomba, hoje deputado estadual. E hoje, quem passa pelo Trairi e vai para o Seridó observa o desenvolvimento não só de Santa Cruz, mas de toda uma região”, enfatizou.

De acordo com a representante da Secretaria de Turismo do Estado, Nayara Cristina, pelo segundo ano consecutivo, o RN está entre os destinos mais visitados do Brasil, no ranking dos operadores.

“Só em 2020 e 2021, mais de 10 mil agentes de viagem foram capacitados em representações online sobre os nossos destinos. Além disso, a nossa participação em eventos não é só institucional; a gente aproveita para mostrar aos agentes como eles podem vender o nosso produto turístico do interior, aproveitando o interesse dos turistas no nosso litoral”, detalhou.

Nayara Cristina disse ainda que, desde o ano passado, está sendo feito um processo de interiorização do turismo potiguar.

“E, para concluir, quero deixar claro que atrativo não é produto turístico. A gente promove o que é produto turístico, pois não podemos queimar um destino. É preciso ter qualidade na prestação do serviço e infraestrutura adequada”, finalizou.

Seridó Cadeiras