Search
Close this search box.

Lula fica mais tempo fora do país do que Bolsonaro no início do mandato

Ao retornar de sua viagem a Londres, no Reino Unido, onde participa da coroação do Rei Charles III, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá passado 15 dos 127 dias de seu terceiro mandato em agendas internacionais. O número é maior do que os de Jair Bolsonaro (PL), Michel Temer (MDB) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) que, em cinco meses, dedicaram, cada um, 11 dias a agendas no exterior.

Lula, inclusive, ultrapassa o próprio marco de seu segundo mandato, quando, também nos primeiros cinco meses de gestão, teve oito dias de agendas internacionais. Com isso, o atual mandatário do país quebra o próprio recorde e se torna o presidente com mais dias de compromissos no exterior em pouco mais de cinco meses de governo.

Não há diferença, porém, no número de países que o atual presidente visitou entre os primeiros meses de um mandato e outro. Em 2007, de janeiro a maio, o petista passou por oito países: Equador, Suíça, Uruguai, Guiana, Estados Unidos, Venezuela, Chile e Argentina.

Metrópoles

Construções Recreio